quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Quem é quem ?

VIVE no ESTORIL NUMA DAS CASAS QUE ERA DO EMPRESÁRIO JORGE DE MELLO (na Quinta Patino) e, ao que alegadamente se consta, é também proprietário de mais um lote anexo (tudo em nome de Sociedades Offshore).
VIVE SEM SE ESCONDER (pois nem pingo de vergonha tem) na sua mansão no Estoril, bem perto da escola de hotelaria, com uma excelente piscina sempre aquecida, no jardim casa de bonecas com ar condicionado (vinda de um qualquer pais nórdico) para a neta, com um casal de caseiros vindos da Colômbia expressamente para o cargo (muito útil pois não sabem uma palavra de português), a esposa actual (Xana, durante muitos anos, uma das muitas amantes que tinha, a quem oferecia carros topo de gama), esbanja em compras para ela e amigos (botas, roupas, animais - cada coisa na ordem dos 600 euritos, simples prendinhas numa tarde de simples ida às compras), ele oferece jantares em restaurantes “in”, caça no Alentejo com amigos, passeia às escancaras por Cascais e Estoril.
Que ele tem o tal empreendimento em Cabo Verde, tem.
(O Sal é aquela ilha, daquele país africano onde o BPN criou umas "sucursais" e um banco mais ou menos virtual, com que se faziam umas operações de lavagem e fugas ao fisco,  etc... )
Mas viver lá…  não vive!

MAIS UMAS DICAS:
0 – Não tem um processo de investigação em curso,
1 - Negou coisas que o seu chefe disse,
2 - Esteve muito ligado a um grande partido,

3 - Sabe fazer umas cantarolas,
4 - Também sabe jogar golfe,
5 - Desde há uns meses nunca mais se ouviu falar dele

De quem falo ???
     
Há trinta anos, um advogado, em Coimbra, a viver actualmente à grande e à fartazana em Portugal !
É o dono do maior Resort Turístico da lha do Sal.
Alguém dá por ele na nossa imprensa ?
O que nos leva a pensar tal “esquecimento” ?

TUDO UMA CORRUPÇÃO
 
Andam os F.D.P. dos DESgovernantes a dizer que:
“TEMOS DE PAGAR
A DÍVIDA”
 
Cambada de ladrões !
 
 
Eu, não devo NADA !
A justiça que prenda quem criou a dívida

1 comentário:

  1. Blog POLITEIA: «E a primeira alternativa que temos de pôr em prática é a erradicação da OBSCENA VERBA de mais de 9 mil milhões de euros - que está inscrita no Orçamento de Estado - para pagar o serviço da dívida... tem de ser substituída por uma verba incomparavelmente menor.»
    .
    .
    Precisamos de Manifestações à Islândia - a revolução censurada pelos Media, mas vitoriosa!
    .
    Resumo (tudo pacificamente):
    - RENEGOCIAÇÃO DA DÍVIDA;
    - Referendo, de modo a que o povo se pronuncie sobre as decisões económicas fundamentais;
    [uma sugestão: blog «fim-da-cidadania-infantil»]
    - Prisão de responsáveis pela crise;
    - Reescrita da Constituição pelos cidadãos (e os partidos políticos têm de se aguentar a um muito maior controlo por parte dos cidadãos).
    [nota: dever-se-ia consultar o know-how islandês]

    ResponderEliminar