segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Classe média em risco de «implosão»

Desde 1 de Setembro de 2010, com o post «Justiça Social???», foi aqui feito eco dos insistentes alertas surgidos na Comunicação Social, pela voz de pessoas cujo nível de pensamento é inquestionável, sobre o perigo do aumento escandaloso do fosso entre os mais ricos e os mais pobres, o qual foi agravado pela política de austeridade criada pelo «ultraliberal» actual ministro das Finanças e que afecta mais duramente os níveis sociais mais carentes e a classe média.

Surge agora a notícia Classe média está em risco de “implosão” que refere um estudo da autoria do sociólogo Elísio Estanque, a chegar às bancas esta semana, da qual extraímos algumas frases, podendo os interessados ler todo o texto clicando no seu título:

Os indícios técnicos da degradação social da classe média são visíveis a cada momento: "Todos os dias há algo de novo: o acordo de concertação social, o anúncio de uma nova vaga de excedentários na função pública, o abandono da universidade pelos estudantes, as novas vagas de desemprego, o aumento das taxas moderadoras, a desmontagem do Estado Social – está tudo a acontecer de uma forma extraordinariamente rápida e intensa"

A classe média está " fraca e ameaçada de ‘proletarização’" e «em escassas dezenas de anos passou de predominantemente rural a marcadamente urbana".

As consequências, "que hoje estão à vista", "foram agravadas, por um discurso político que, ao invés de ter um teor pedagógico e preventivo, instigou ao consumo e ao progressivo endividamento".

"A maior parte das famílias tem cinco ou mais créditos, sendo que os mais recentes são contraídos para fazer face aos antigos..."

O presidente da Caritas, Eugénio Fonseca, faz uma descrição do mundo em que se move diariamente e que lamenta: "As pessoas recusam-se a assumir a perda de status, aguentam muito para além do limite do razoável, procurando manter a aparência de um estilo de vida que já não são capazes de pagar. E quando finalmente nos procuram, a gravidade das situações é tal que ultrapassa, em muito, a nossa capacidade de intervenção".

"São professores, juristas, arquitectos, engenheiros", enumera Eugénio Fonseca. E não procuram apenas o que comer: "Pedem ajuda para pagar a renda, a água, a luz, as propinas dos filhos",

"Os poderes políticos deviam estar mais preocupados com a possível implosão deste grupo [classe média] do que com a sua eventual manifestação nas ruas".

Porém, noutros países, já está a desenvolver-se a sensibilidade para o fenómeno da injustiça social e da estratificação dramática entre uns tantos ricaços e uma maioria que tende para a pobreza e a escravidão. Em França o Presidente Nicolas Sarkozy anunciou a criação da taxa «Robin Hood», de 0,1% sobre as transacções financeiras. Na América, Bill Gates acha que não paga impostos suficientes, tal como outros ricaços têm declarado publicamente.

Também entre nós, já há, no próprio PSD, quem ache que a austeridade que nos oprime tolhe as hipóteses de desenvolvimento e que é preciso governar com as pessoas para as pessoas e não apenas com números interpretados sempre em benefício das maiores fortunas, como se vê na notícia Cavaquistas defendem saída de Vítor Gaspar do Governo.

Imagem de arquivo

domingo, 29 de janeiro de 2012

PORQUE O CANCRO EXISTE...

A União Humanitária dos Doentes com Cancro (UHDC)

É uma Associação Humanitária, de Solidariedade Social e de Beneficência sem fins lucrativos que tem como objetivo apoiar os doentes com cancro e seus familiares e sensibilizar a população sobre esta doença.

Simboliza a união dos doentes com cancro, seus familiares e restante população contra o cancro.

Tem como lema 'Quanto mais olharmos o cancro de frente, mais ele se afasta de nós', uma frase que sintetiza a extrema importância do diagnóstico precoce e a importância dos doentes não se deixarem vencer pela doença. A esperança é por isso a cor do verde que a União adotou.

A par de outras atividades, a promoção de campanhas de informação e de prevenção ao longo do ano e campanhas antitabagismo nas escolas; a prestação de Apoio Domiciliário, Apoio Hospitalar, Apoio Médico, Apoio Multidisciplinar a Crianças com Cancro, Apoio Psicológico, Assistência Social; e a divulgação do Código Europeu Contra o Cancro da Comissão Europeia, destacam-se, pela sua abrangência, a Linha Contra o Cancro (a primeira linha telefónica em Portugal de apoio a doentes com cancro) e o Núcleo de Apoio ao Doente Oncológico - pioneiro no nosso país, é um marco histórico na luta contra o cancro e no apoio ao doente oncológico.

Pela sua obra, a União granjeou já o reconhecimento das mais importantes instituições nacionais. Todos os apoios que a União presta são inteiramente gratuitos e abertos a toda a população. Visite ou contacte a União. Conheça a sua obra!

A União Humanitária dos Doentes com Cancro presta consultas de clínica geral gratuitas e abertas a toda a população, todas as quartas-feiras. Conscientes de que o êxito desta valência depende unicamente da sua divulgação, de modo a que todos os doentes tenham conhecimento e assim oportunidade de beneficiar deste apoio, face aos nossos escassos meios (pois todos os apoios que a União presta são inteiramente gratuitos), vimos pelo presente apelar à sua solidariedade e desde já muito agradecer.

A divulgação desta notícia por todas as pessoas do seu conhecimento, familiares e amigos.

Que esta notícia chegue ao
conhecimento de toda a população

Para um completo conhecimento da União Humanitária dos Doentes com Cancro, muito agradecemos a visita ao nosso site, em:

http://www.doentescomcancro.org/

Um site completo e interativo, com toda a informação sobre os apoios gratuitos a doentes com cancro e seus familiares, o cancro, a legislação, o tabagismo e as últimas notícias de âmbito oncológico.
Colabore com a União nesta nobre causa. O cancro, pela sua dimensão - a segunda causa de morte no nosso país e a primeira no grupo etário entre os 35 e os 64 anos - é uma doença e uma problemática que a todos diz respeito e que só poderá ser vencido com a mobilização de toda a sociedade. Gratos pela sua solidariedade, subscrevemo-nos com estima e elevada consideração,


Luís Filipe Soares
Presidente da Direção
União Humanitária dos Doentes com Cancro


Um abraço solidário !  Simplesmente Zé

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Disse para mim mesmo que não valia a pena escrever mais mas…

É UM (des) GOSTO VIVER NESTE PORTUGAL DELAPIDADO ; ’ (

Para conhecimento de alguns atentados que os funcionários do Estado são vítimas e dos quais passam como culpados, eis 3 casos que se passam na secretaria de estado e que julgo dever dar a conhecer a todos, já que a comunicação social se ocupa mais em dar cobertura aos tais factos sem relevância !!!
Mas lá vão mais 3 casos que apesar de encobertos são públicos:
Na página da internet:
http://www.portugal.gov.pt/PT/GC19/GOVERNO/NOMEACOES/SEC/Pages/Nomeacoes_SEC.aspx,
onde consta muita engenharia financeira, charlatanices, poderão consultar uma vasta lista de nomeados para a SEC, a qual está desatualizada em função de mais nomeações que entretanto ocorreram.

1º CASO

Nessa lista constam 4 motoristas, sendo que apesar de terem sido informalmente todos propostos no mesmo dia, 3 deles têm a data oficial de nomeação a 28/06/2011, o outro tem como se pode ver no anúncio que se segue, a data de nomeação é 18/07/2011. Sabem porquê? Porque estava à espera de lhe ser emitida a carta de condução que acabara de tirar.
Entretanto, recebi um mail via pombo correio que informava que o rapaz de 21 anos e de origem brasileira tem uma longa experiência em carrinhos automáticos e que foi proposto por um emissário do Paulo Portas, o qual tinha muito boas referências do rapaz desde que frequentou um ginásio com massagens, ou seja, SPA. Com tantos motoristas do extinto ministério da cultura e de outros organismos públicos na situação de mobilidade, só sendo muito bom é que este lhes tirou a condução.

Motorista - André Viola
Cargo: Motorista
Nome: André Wilson da Luz Viola
Idade: 21 Anos
Vencimento mensal bruto: 1.610,01€
Contacto: gabinete.cultura@sec.gov.pt

2º CASO

A senhora que se segue é uma especialista em Economia e como tal fez grande parte da sua carreira (como se poderá ver no CV anexo à Resolução que transcrevo), no departamento da Higiene Urbana e Resíduos da C. M. Lisboa.
Como profunda conhecedora dos procedimentos da administração pública, há cerca de um ano concorreu para técnica superior do Ministério de Educação. Nessa altura como os alternantes eram outros, a senhora foi legalmente excluída por falta de condição obrigatória (vínculo à administração Central do Estado).Pois é, mas os tempos mudaram e a senhora em Junho deste ano foi nomeada (facto oculto no tal CV) Diretora de Recursos Humanos (outra espécie de resíduos sólidos) da IGAC, onde nunca ninguém a viu, pois a nomeação dela foi por 3 dias, tendo sido de imediato requisitada para a SEC, ou seja, qualquer coisa que corra mal regressa como Diretora de Serviços, o resto ninguém sabe e são cantigas. Mas nada corre mal às pessoas competentes em matérias do reino do ocultismo e eis que a senhora passados 5 meses, como os 3.163,27€, fora os extras, não lhe chegavam é nomeada Administradora do Teatro D. Maria II. Aqui temos o exemplo da capacidade das pessoas saberem estar no local certo à hora certa, pois a senhora como especialista em Higiene Urbana vai ser de vital importância no combate aos pombos que lá fazem as suas necessidades.

Colaboradora/Especialista - Sandra Simões
Cargo: Colaboradora/Especialista
Nome: Sandra Maria Albuquerque e Castro Simões
Idade: 39 Anos
Vencimento mensal bruto: 3.163,27€
Contacto: gabinete.cultura@sec.gov.pt

Diário da República, 2.ª série / N.º 239 / 15 de Dezembro de 2011- Resolução n.º 21/2011.

Nos termos do n.º 2 do artigo 6.º dos Estatutos do Teatro Nacional D. Maria II, E. P. E. (TNDM II, E. P. E.), aprovados em anexo ao Decreto -Lei n.º 158/2007, de 27 de Abril, os membros do conselho de administração são nomeados por resolução do Conselho de Ministros, sob proposta dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das finanças e da cultura.
Considerando que terminou, entretanto, o mandato dos membros do conselho de administração do TNDM II, E. P. E., torna -se necessário e urgente proceder à nomeação dos novos membros do órgão de administração a fim de garantir o regular funcionamento deste Teatro Nacional.
Considerando que as empresas públicas da área da cultura, no âmbito do processo em curso de otimização dos recursos públicos, vão ser objeto, a curto prazo, de alterações estatutárias e agrupadas num acordo complementar de empresas, os mandatos dos membros do conselho de administração que ora se nomeiam terminarão, excecionalmente, com a entrada em vigor da legislação que vai concretizar a reorganização das empresas públicas do Estado da área da cultura.

Assim:

Nos termos do n.º 2 do artigo 6.º dos Estatutos do TNDM II, E. P. E., aprovados em anexo ao Decreto -Lei n.º 158/2007, de 27 de Abril, e da alínea d) do artigo 199.º da Constituição, o Conselho de Ministros resolve:

1 - Nomear, sob proposta do Ministro de Estado e das Finanças e do Secretário de Estado da Cultura, o licenciado Carlos Manuel dos Santos Vargas e os licenciados António Maria Trigoso de Lemos Taborda Pignatelli e Sandra Maria Albuquerque e Castro Simões para os cargos, respetivamente, de presidente e vogais do conselho de administração do TNDM II, E. P. E., cujas notas curriculares constam do anexo à presente resolução e da qual fazem parte integrante.

3º CASO

Por fim temos o caso da tal rapariga que ganha mais que todos os outros nomeados, 4.724,31€, mais que o Chefe de Gabinete do secretário de estado e muito mais que qualquer outro assessor, sendo que até lá há gente que gosta e sabe trabalhar. Há quem diga que a senhora que referi anteriormente se terá empertigado com a situação desta, pois ganhava 2/3 e até já tinha 3 dias de cargo de Direção na Administração Pública e esta a única experiência que tinha com a Administração Pública era a de escrever o endereço nas cartas e no mail a enviar pedidos de fiscalização às lojas de fotocópias, no intuito destas serem pressionadas (obrigadas) a pagarem à AGECOP (associação de gestão de direitos de autor) uma exorbitância para (i)legalmente poderem fazer algumas fotocópias. Como Diretora dessa grande empresa de Exportação, perdão, associação de exploração de direitos de autor a senhora ganha de ordenado, fora tudo o resto, e é muito mais, os miseráveis 4.724,31€. Digo miseráveis pois como sabem o contributo desta senhora é fundamental para os autores deste país que ganham muitos milhares a mais que ela e que sem o esforço desta humilde senhora nada teriam.

Adjunta - Vera Castanheira
Cargo: Adjunta
Nome: Vera Maria Duarte Mendes Castanheira
Idade: 32 Anos
Vencimento mensal bruto: 4.724,31€
Contacto: gabinete.cultura@sec.gov.pt

___________________________________________________

Desculpem o desassossego, mas é o contributo que penso poder dar contra o massacre a que estamos a ser submetidos.

LADRÕES ?     SUPER-LADRÕES ???
… deixo para vós a possibilidade de chamarem, TODOS os nomes, a estes “senhores” DESgovernantes !

Aqui NÃO vejo o Judas !!!
VEJO É JUDIARIAS

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

DIAS LOUREIRO...

Não é arguido de coisa alguma.

Ainda por cima pertencia ao " GRUPO DOS PROTEGIDOS" de CAVACO SILVA que terá dito que confiava plenamente neste "SENHOR" quando ele era membro do Conselho de Estado

Que ele tem o tal empreendimento em Cabo Verde , tem, que o conheço.

Mas viver lá não vive.

VIVE no ESTORIL NUMA DAS CASAS QUE ERA DO GRANDE EMPRESÁRIO JORGE DE MELLO e, ao que alegadamente consta, é também proprietário de mais um lote anexo (tudo em nome de Sociedades Off-Shore).

VIVE SEM SE ESCONDER (pois nem pingo de vergonha tem) na sua mansão no Estoril, bem perto da escola de hotelaria, com uma excelente piscina sempre aquecida, casa de bonecas com ar condicionado (vinda de um qualquer pais nórdico) no jardim para a neta. Vive com um casal de caseiros vindos da Colômbia expressamente para o cargo (muito útil pois não sabem uma palavra de português), a esposa actual (XANA, durante muitos anos, uma das muito amantes que tinha, a quem oferecia carros topo de gama), esbanja em compras para ela e amigos (botas, roupas, animais - cada coisa na ordem dos 600 euros, simples prendinhas numa tarde de simples ida às compras), ele oferece jantares em restaurantes in, caça no Alentejo com amigos, passeia às escâncaras por Cascais e Estoril.

DIZEM POR AÍ QUE É CONSELHEIRO PARTICULAR DE PASSOS COELHO E MIGUEL RELVAS

E HÁ MUITO MAIS. Mas em Cabo Verde não está ! E.. se estivesse há acordo de extradição entre os dois Países !!!

Ao menos, se lá se escondesse, era porque lhe restava alguma vergonha...

De que é que as nossas autoridades estão à espera?

QUE DESFALQUEM OUTRO QUALQUER BPN !!!

O Zé Povinho PAGA :’(

MENTIRAS SOBRE MENTIRAS ;'(

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Estamos todos FORÇOSAMENTE exilados !




Vejam:

http://jose-pires-um-ser-livre.blogspot.com/2011/11/que-diria-salgueiro-maia-se-estivesse.html

domingo, 15 de janeiro de 2012

Os Illuminati surgiram 01 de Maio de 1776...

Curioso o 1º de Maio é celebrado como o dia do trabalhador em muitos países !

George Washington admitia a sua influência na política americana numa carta existente na livraria do congresso.

O seu modos operandi é conhecido. Infiltraram-se na maçonaria e daí para todas as esferas do poder.


A MARCA DA BESTA



O “espelho” dos ILLUMINATI vejam onde vai dar:

http://www.itanimulli.com/


quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Que se saiba...

E... Assim vai este País :' (
  
Que se saiba... mais uma lista de 29 assessores / adjuntos de Ministérios, Ministros e Secretários:
(todos de idade inferior a 30 anos, havendo 14 "especialistas" com idades entre os 24 e os 25 anos.)

 
NO MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL

Cargo: Assessora
Nome: Ana Miguel Marques Neves dos Santos
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €


Cargo: Adjunto
Nome: João Miguel Saraiva Annes
Idade:28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.183,63 €

NO MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS


Cargo: Adjunto
Nome: Filipe Fernandes
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.633,82 €

NO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS



Cargo: Adjunto
Nome: Carlos Correia de Oliveira Vaz de Almeida
Idade: 26 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €


Cargo: Assessor
Nome: Bruno Miguel Ribeiro Escada
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.854 €

Cargo: Assessor
Nome: Filipe Gil França Abreu
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.854 €

Cargo: Adjunto
Nome: Nelson Rodrigo Rocha Gomes
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €


NO MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

Cargo: Assessor
Nome: Jorge Afonso Moutinho Garcez Nogueira
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Assessor
Nome: André Manuel Santos Rodrigues Barbosa
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.364,50 €

PARA O MINISTRO ADJUNTO E DOS ASSUNTOS PARLAMENTARES

Cargo: Especialista
Nome: Diogo Rolo Mendonça Noivo
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Adjunto
Nome: Ademar Vala Marques
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Especialista
Nome: Tatiana Filipa Abreu Lopes Canas da Silva Canas
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Especialista
Nome: Rita Ferreira Roquete Teles Branco Chaves
Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3069,33 €

Cargo: Especialista
Nome: André Tiago Pardal da Silva
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

NO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

Cargo: Adjunta
Nome: Cláudia de Moura Alves Saavedra Pinto
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Tiago Lebres Moutinho
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: João Miguel Cristóvão Baptista
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Tiago José de Oliveira Bolhão Páscoa
Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: André Filipe Abreu Regateiro
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Ana da Conceição Gracias Duarte
Idade: 25 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: David Emanuel de Carvalho Figueiredo Martins
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: João Miguel Folgado Verol Marques
Idade: 24 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,34 €


NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Joana Maria Enes da Silva Malheiro Novo
Idade: 25 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Antero Silva
Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

Cargo: Especialista
Nome: Tiago de Melo Sousa Martins Cartaxo
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €
 
NO MINISTÉRIO DA SAÚDE



Cargo: Adjunto
Nome: Tiago Menezes Moutinho Macieirinha
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,37 €


NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DA CIÊNCIA

Cargo: Assessoria Técnica
Nome: Ana Isabel Barreira de Figueiredo
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.198,80 €

Cargo: Assessor
Nome: Ricardo Morgado
Idade: 24
Vencimento Mensal Bruto: 2.505,46 €


PARA O SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Cargo: Colaboradora/Especialista
Nome: Filipa Martins
Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 1.950,00 €
Fonte: http://www.portugal.gov.pt/



"O exemplo convence-nos mais do que as palavras"

SÉNECA (04 a 65 D. Cristo)



Os “JOTINHAS” que ainda não tem tacho levantem o braço !!!

Sim, porque ninguém se convença que os mencionados entraram por concurso público para serem escolhidos os melhores de entre todos os portugueses.

Reina o espírito de compadrio e de bando ou clã de malfeitores.



domingo, 8 de janeiro de 2012

A NOVA ORDEM PLANETÁRIA By CLUB BILDERBER

Será fantasia ou realidade?

É Preocupante porque os acontecimentos das décadas mais recentes dão coerência a estas palavras. Já começa a ser geralmente aceite a ideia de que os governantes eleitos democraticamente não dispõem do poder real, sendo condicionados por poderosos não eleitos que são os reais detentores do poder mundial.

Estamos a entrar numa fase da vida da Humanidade que poderá ultrapassar todas as expectativas, tal a complexidade do sistema do controlo absoluto que se auto-regenera em espiral de sofisticação.


Pelo AMIGO e HOMEM João Soares no blogue: http://domirante.blogspot.com/2012/01/nova-era-em-marcha.html

Amigo e HOMEM João Soares:

Tal como se sabe e, este “sabe” deixo-o para as pessoas informadas e atentas, O CLUB BILDERBERG controla a seu belo prazer praticamente todos os ditos governantes, que não passam de simples marionetas neste jogo económico/politico que vai criar a “Nova Ordem Planetária".
Tenho muita pena que estes DESgovernantes troquem o SER HUMANO e O PLANETA TERRA por um “Sol” de pouca dura que é o poder do dinheiro.
Estamos, exatamente e já, dentro do APOCALISPSE e a GUERRA entre o BEM e o MAL é evidente.

Ao AMIGO João deixo aqui expressa a minha admiração e o meu OBRIGADO !

Um grande abraço para um SER de BEM !

José Manuel Pires
( ainda sem o chip… mas com o C. C. 3962256 )



PARA QUEM QUISER (…)

VEJA OS SEGUINTES VÍDEOS E TIRE A SUA PRÓPRIA CONCLUSÃO !

______________________________________________


______________________________________________


______________________________________________


______________________________________________


______________________________________________



_______________________________________________




_______________________________________________



Este SENHOR ainda vai dizendo umas verdades sobre o poder ECONÓMICO; um deputado que ainda REPRESENTA os eleitores veja em: 

http://sorisomail.com/partilha/238743.html
______________________________________________

ESTE TEM QUASE 45 MINUTOS MAS…




UM GRANDE NAMASTÉ PARA TOD@S VÓS !

Simplesmente Zé










sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Portagens nas SCUTS…

Afinal, já tínhamos dado para esse "peditório".

Veja-se como os políticos são sérios.

E como a política, interpretada por gente desta, deixa de ser a coisa nobre que deveria ser, para se transformar numa porca (com as minhas desculpas às porcas a sério) de cujas tetas o povo é afastado.

Vejam a capa do DN de 2005


Afinal o aumento foi e vai para ONDE ???

Para o bolso de quem ???
A  C  O  R  D  E  M











Eles...  RIEM












E… Nós continuamos os mesmos BURROS de sempre ???  :’( 

 
 
 
 
 
 
BASTA !!!  BASTAaaaaaaaaaaaaa !!!

35 ideias

Caros Amigos,


Cá vai um importante contributo, para que o Ministro das Finanças não continue a fazer de nós parvos, dizendo com ar sonso que não sabe em que mais cortar.

Acabou o recreio !

Todos os ''governantes'' [a saber, os que se governam...] de Portugal falam em cortes de despesas - mas não dizem quais - e aumentos de impostos a pagar.

Nenhum governante fala em:

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respetivos, carros, motoristas, etc.) dos três ex-Presidentes da República.
2. Redução do número de deputados da Assembleia da República para 80, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do pagode.
3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.
4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respetivo.
5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? E se não são verificados como podem ser auditados?
6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821.
7. Redução drástica das Juntas de Freguesia. Acabar com o pagamento de 200 euros por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75 euros nas Juntas de Freguesia.
8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades.
9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc.. das Câmaras, Juntas, etc… que se deslocam em digressões particulares pelo País.
10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...
11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos.
12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc…
13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respetivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis.
14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (diretores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA.
15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - há hospitais de província com mais administradores que pessoal administrativo. Só o de PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder.
16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar.
17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.
18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP.
19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos, onde quer que estejam e por aí fora.
20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.
21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.
22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD).
23. Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros do Estado.
24. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP (Parcerias Público Privado), que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem".
25. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efetivamente dela precisam.
26. Controlar rigorosamente toda a atividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise".
27. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efetivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida.
28. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.
29. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.
30. Pôr os Bancos a pagar impostos.
31. Denunciar as falsas boas vontades de campanhas, seminários e 'formações' destinadas a caçar subsídios, a subsidiodependência, em que cada ação é um modelo novo na frota automóvel.
32. Não papar festivais e golpadas, como 7 maravilhas disto e daquilo, que engordam muitos à custa dos votos e telefonemas imbecis para promover aquilo que não tem excelência e nem qualidade para ser destacado. Todas estas manobras promovem 'salazares e alheiras' e afundam o que realmente tem valor em Portugal...
33. Impedir o 1.º Ministro de cometer graves atropelos à Constituição, à Lei Geral e Lei do Trabalho, tais como as medidas catastróficas e mesmo criminosas, mascaradas num falso plano de austeridade que vai conduzir Portugal ao abismo.
34. Revogar os prazos de pagamento da dívida ao FMI, BCE e CE, no sentido de os alargar ao maior prazo possível sem agravamento dos já altíssimos juros.
35. Tomar medidas urgentes contra as multinacionais, holdings e bancos, que são os verdadeiros donos do FMI, BCE e CE., e estão a aguardar agindo nos bastidores, como abutres que espreitam moribundos, que as empresas entrem em falência para serem absorvidas a preços ridículos, alastrando uma praga de desemprego e miséria que é cada vez mais grave.


Ao "povo", pede-se a divulgação, através das redes sociais.

 


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

ACABAR COM A PAZ...

É O MESMO QUE LIXAR A VIRGINDADE

Só custa começar… depois é sempre a dar-lhe ;’(
E… ACREDITEM QUE ESTES BANDALHOS NÃO PARAM DE A DESTRUIR !!!



 PAZ & AMOR





Não acreditem nas TVs nem no que lhe querem incutir !

domingo, 1 de janeiro de 2012

Valerá então a pena protestar?

Está à vista de qualquer um que a atual resistência política adquiriu duas novas vertentes. O célebre grito marxista “Proletários de todo o mundo, uni-vos” foi substituído pelo ainda minoritário clamor “Cidadãos de todo o mundo, uni-vos !
A resistência tornou-se global, num processo coevo à diluição das soberanias nacionais. Por outro lado, esta mesma resistência tende a escapar à tradicional formatação institucional, isto é, tende a escapar ao controlo e organização das institucionais estruturas sindicais e partidárias. Parte de grupos de cidadãos, de estudantes, de trabalhadores não sindicalizados, muitas vezes precários, e tece-se na partilha e criação de informação alternativa, na organização de grupos de contestação, de manifestações e concentrações, através das novas tecnologias da informação.
Na minha opinião, esta nova realidade dá expressão a um postulado ético, anterior a qualquer consideração política. Dá expressão à efetiva emergência do “eu” no cenário sub-repticiamente totalizante acima descrito. Por outras palavras, creio que assistimos à crescente perceção de que o comportamento “justo” não reside tanto na concorrência entre indivíduos, mas sobretudo na sua cooperação; na cooperação para o encontro de soluções que sirvam as comunidades. O protesto político assume assim uma dimensão ética.
Inevitavelmente, o espírito cooperante e a dimensão ética do protesto, serão acompanhados pela crescente perceção de que o poder reside efetivamente no cidadão, que voluntariamente e apenas voluntariamente opta (ou não) por delegá-lo a determinados representantes políticos, sejam eles governantes, partidos políticos ou sindicatos.

Respondendo à questão, eu diria em jeito de conclusão:
Se as manifestações que hoje tomam forma nas ruas de quase toda a Europa não mudarem o curso das opções políticas e económicas que estão hoje em jogo no tabuleiro do mundo, contribuirão seguramente para revolucionar o ambiente social descrito nos primeiros parágrafos; contribuirão para reforçar a perceção do poder que a cada um cabe como membro de uma comunidade; contribuirão para potenciar a dimensão ética da ação política – a exigência de justiça social e a procura de alternativas aos modelos políticos e económicos vigentes. Servirão, em suma, para a recuperação da ameaçada dignidade de cada um e servirão de aviso:

A servidão voluntária não é eterna.

E… já servirão é muito.

O HOMEM DEVE SER UM SER LIVRE !

Os portugueses do Club Bilderberg

Recordando:
BILDERBERG Durão Barroso será o nosso homem na Europa
Teixeira dos Santos e Paulo Rangel convidados para clube secreto
 
Veja os vídeos:

http://youtu.be/twP1EsddH5Y